Dicas para um gelatina rápida

 Cá em casa adoramos gelatina mas detestamos o tempo que temos de esperar para a consumir, por isso esta dica que vos trago hoje (e que foi gentilmente partilhada pela minha mãe) ajuda muito a diminuir esse tempo de espera.

1º Aquecer 1/5 da água total a utilizar, com a mistura da gelatina lá dentro. Mexer sempre e retirar do lume assim que o pó dissolver. Não é preciso deixar ferver a água.

2º Deitar a mistura num recipiente com a restante água, o mais gelada possível. Tenho sempre uma garrafa de água no frigorífico e é essa que vou utilizando. Mexer bem.

3º Deitar a gelatina em caixas largas e baixas, para que o arrefecimento seja mais rápido. Colocar no frigorífico e esperar (muito menos tempo) que a gelatina solidifique.

E por ai como fazem para acelerar o processo? Não vale dizer que compram já feita.

Desejo um dia guloso a todos.

assinatura

Partilhar

5 Replies to “Dicas para um gelatina rápida”

  1. Olá Anabela,
    Para solidifar mais rápido ainda, junte à agua fria uns cubos de gelo.
    Bom Ano 2013.
    Bjs
    Dulce Barbosa

  2. comidinhas da elsa diz: Responder

    Boa dica, vou guardar no caderninho.
    Boas festas.

  3. Por aqui faço exatamente como tu e sei quem meta mesmo cubos de gelo 🙂
    Beijinhos e continuação de festas felizes.

  4. Vera Bravo Figueiredo diz: Responder

    que óptima ideia!! faço sempre da maneira antiga, mas vou tentar fazer assim!!

  5. Olá Anabela

    Desculpe meter a colherada mas como gosta de coisas saudáveis, aqui fica um site onde se explica como fazer gelatina a sério, daquela que provavelmente as nossas avós faziam e que faz bem aos ossos, ao estômago, a tudo (e muiiito diferente da gelatina que se compra no supermercado, cheia de sabe-se lá o quê):

    pat.feldman.com.br/2008/09/10/caldo-de-mocoto-basico/
    come-se.blogspot.pt/2008/09/gelia-de-mocot.html

    Se quiser saber mais, procure "bone broth" no google, veja o que a Fundação Weston Price ensina a este respeito.

    O resultado final é uma gelatina bem consistente, daquela tipo treme-treme-treme, sem odor e praticamente sem paladar (sim, porque depois de ser adicionada a alguma coisa não se nota absolutamente nada. Quem a fizer pode acrescentar laranja para fazer gelatina de laranja, por exemplo, ou usar a imaginação para fazer sobremesas realmente saudáveis).

    Esta gelatina não falta na minha cozinha porque posso adicioná-la ao arroz, à sopa, a tudo… aliás, a minha filha adora isto.
    Eu já notei diferenças (para melhor) a nível de digestão quando a como.

    Boas descobertas e Boas Festas a todos.

Deixe uma resposta