A minha reeducação alimentar

P { margin-bottom: 0.21cm; }Já aqui falei que estou
a tentar fazer alterações na minha alimentação. Nunca tentei
dietas loucas porque o que me interessa mesmo é manter o peso
adequado para a minha altura. Emagrecer cerca de quatro quilos de
forma calma e tranquila, sem pressões. E conseguir manter o peso
alcançado sem grandes esforços, apenas porque ao longo do tempo fiz uma reeducação alimentar. Não me privo dos meus doces de vez em quando, nem de refeições escandalosamente calóricas. A diferença está apenas na frequência com que as faço.
As alterações que fiz foram estas:

Reduzi (não eliminei) massas,
farinhas brancas e arroz
Cá em casa a refeição que faço é
igual para todos.O que difere é o meu acompanhamento. Se for massa ou arroz, diminuo na quantidade e abuso da salada ou fico-me só por esta. Quanto ao pão, tento que seja escuro com cereais ou se fizer panquecas adiciono sempre farinha de centeio integral. Os cereais são sempre integrais, sem adição de açúcar e vario entre trigo e centeio.

Uso e abuso das ervas aromáticas para diminuir no sal
Com um cantinho de ervas aromáticas não há desculpas. Os benefícios são imensos, a começar pela diminuição de sal. As receitas ficam mais saborosas e aqueles caldos comerciais deixaram de ser usados, para bem da nossa saúde.



Passei a usar manteiga em vez da margarina 
Há imensa informação sobre isto e algo controversa. Para ficarem a saber o porquê da minha mudança podem ler aqui e aqui. Como uso pouca manteiga não vejo grande problema em termos de colesterol.
 
Uso apenas azeite na maioria dos cozinhados
E consigo comprar azeite directamente de um produtor.  O sabor é muito diferente porque é  mais puro, ou seja, a acidez é mínima.

Diminui drasticamente o uso de açúcar branco
Para saberem porquê, cliquem aqui ou aqui.

Uso apenas sal marinho e não refinado

Mais info aqui.

Passei a beber água filtrada
Não é o melhor que posso fazer mas sempre é melhor que nada. Nota-se muita diferença no sabor, o que é preocupante.

Uso e abuso de cereais integrais e sementes
Sobre as sementes vou falando um bocadinho mais aqui.

Opto por bolos e biscoitos caseiros, mais nutritivos
Tenho substituído parte da farinha branca por farinha de centeio integral e junto sementes (ex.: papoila) ou cereais


Como fruta acompanhada de fibra
Aprendi que a fruta, se comida sem acompanhamento de fibra vai fazer com que fique com fome rapidamente devido ao elevado teor de açúcares. Basta comê-la com cereais ou pão escuro e faz toda a diferença, garanto!

Janto cedo 
Aliado a um jantar leve porque depois é alapar no sofá ou na cama, com zero exercício. Tudo o que como será para a engorda. Já agora, deitar cedo também não fazia mal nenhum. Porque comer cedo e depois deitar tarde dá lugar a disparates. Infelizmente é uma coisa que tenho muito que melhorar.

Elaboro um menu mensal
Ajuda a não deslizar e a percebermos se estamos a comer bem.

Saladas mais coloridas
Estava a ficar mesmo muito cansada da salada de alface ou tomate. Há tantas, mas tantas opções, é só uma questão de paladar. Até passei a semear rúcula porque gostamos imenso.

E é assim que tenho feito a minha reeducação alimentar. E por aí, como vão essas dietas? Contem-me tudo.

assinatura

Partilhar

11 Replies to “A minha reeducação alimentar”

  1. Também prefiro manteiga a margarina, açúcar amarelo e sal marinho. O meu mal são os doces e o pão. Adoro pão, mas recentemente estive a dar uma vista de olhos neste livro: wook.pt/ficha/sem-trigo-sem-barriga/a/id/14828337

    Este médico diz que o trigo foi geneticamente modificado e mesmo sendo integral é uma perigo para a saúde.

    Infelizmente ainda não sabemos o que comemos.

  2. Anabela, concordo com a maioria das tuas opções, exceto uma.
    Não concordo que se deva cozinhar com azeite. O Azeite é um alimento mais saudável sim, do que outras gorduras, mas em cru. Quando submetemos o azeite a elevadas temperaturas há uma degradação e saturação da gordura saudável que faz com que se torna mais nocivo até do que um simples óleo de girassol ou manteiga/margarina.
    O óleo de girassol – ou de amendoim, o meu favorito – é na realidade do melhor que se pode usar quando queremos refogar, cozinhar, etc. Uma outra dica útil que também pode ser usada é juntar um pouco de água ao azeite, num refogado p.e., para evitar que o mesmo queime.
    Deixei só o alerta porque creio que muita gente desconhece isto e comete o erro e passar a usar o azeite para tudo.

    Quanto ao resto, não podia concordar mais contigo. E eu só não uso manteiga por norma porque realmente eu abuso quando se trata da manteiga 😛

    Beijinhos

  3. Boa! obrigada pela partilha!!

  4. Anabela (Aproveitar a Vida) diz: Responder

    Olá Su M.

    Obrigada pelas palavras. Estamos sempre a aprender.

    O que tento fazer por aqui, não sei se ajuda, é evitar refogados, ou seja, coloco a comida na frigideira, seja peixe, carne ou legumes, com os temperos todos e só depois ligo o lume. Li algures que era melhor assim, precisamente para o azeite não queimar.

    Faço bem?

    Bjs

  5. Vera Bravo Figueiredo diz: Responder

    Olá Anabela! Por aqui também já se começa a comer muito melhor há uns meses. E sem fazer dieta, já perdi 4 quilos e sinto-me mesmo bem! Um coisa que queria perguntar: tenho um jarro desses com filtro e a aguá sabe tão mal, mas tão mal que das duas umas: ou a marca não vale de nada(Brita) ou estou a usar aquilo mal. A água sabe mesmo a quimicos… O seu funciona bem? Alterou o sabor da água?
    Beijinhos e obrigada

  6. Também estou a seguir essa "dieta" há uns tempos…mas há dias que só me apetece comer um bolo gigantesco ou ir ao mc donalds!
    Só a reduçao de hidratos ajuda imeeeeeeeeeeenso a perder peso foi o que notei em mim. Como muitos vegetais agora, coisa que não fazia.

  7. Anabela (Aproveitar a Vida) diz: Responder

    Olá Vera.

    Sim, funciona bem. Atenção que é necessário fazer o que dizem no papel para eliminar ar que possa estar dentro do filtro. Costuma usar assim que tira o plástico ou faz o que eles dizem para "limpar primeiro o filtro?

    Por aqui tenho-me dado bem e parece que estou a beber água engarrafada.

    Bjs

  8. Vera Bravo Figueiredo diz: Responder

    Anabela, já estive a ver melhor as instruções na internet e houve realmente muita coisa que não fiz… uma delas foi não lavar o filtro. Vamos lá a ver se hoje bebo agua sem sabor a quimico! Obrigada!

  9. Excelentes dicas! Também aplico muitas delas cá em casa e porque cozinho imenso com azeite, gostei muito de ler o comentário da Su M. sobre o assunto pois desconhecia a informação importante que partilhou. Sempre a aprender.
    Obrigada a ambas.

  10. Algumas destas coisas já faço, agora ando indecisa com o jarro de água. Aqui em casa só se bebe água engarrafada que tem subido de preço ultimamente que é uma coisa maluca, mas pelo que estive a ver os filtros da brita também são caros. Para quantos litros dará um filtro mais ou menos?

  11. Anabela (Aproveitar a Vida) diz: Responder

    Olha, por aqui nem vejo os litros. Quando a água começa a saber à da torneira (sim, porque nota-se diferença), mudo o filtro. Nem contabilizo tempo nem litros, sorry.

    Bjs

Deixe uma resposta