Não é dose dupla mas é dose grande! [batido do dia]

Normalmente faço os batidos com o que me vai apetecendo. Junto um bocadinho disto, um bocadinho daquilo, coloco um pouco de água, ajusto se for necessário. É tudo, como de resto já me conhecem, um bocado a olho. Tento é dar-vos quantidades mais ou menos certas nas receitas para que o resultado final não seja intragável. O problema é que, às vezes, de tanto juntar coisas, fico com um batido gigante. Mas não faz mal. Bebe-se à mesma. Umas vezes partilho com o maridão, outras bebo só eu e depois faço um almoço mais leve. Compenso uma coisa com outra. Assim não fico com o estômago sobrecarregado e a digestão até é mais suave. Saldo positivo, portanto. O que andei a misturar hoje foi isto.
– 1 chávena de pêssego congelado
– 1 cenoura
– 2 folhas de couve galega
– 1/2 chávena de abóbora congelada
– 1 colher de sopa de sementes de linhaça
– 1 colher de sopa de sementes de cânhamo
– 1 colher de sopa de grãos de pólen
– 1 colher de sopa (mal cheia) de mel
– água q.b.
– Frutos vermelhos para decorar

Saiba mais sobre o meu dia-a-dia

FACEBOOK | PINTEREST | INSTAGRAM

Partilhar

Deixe uma resposta