Faça você mesmo* – Espelho da entrada DIY [Antes e Depois]

O nosso espelho da entrada estava a precisar de uma grande reforma, não só porque estava muito estragado mas também porque queríamos dar um ar mais natural à nossa entrada.

Não tenho uma foto para vos mostrar como era o espelho da entrada mas pela foto que vos mostro de seguida, conseguem ver que tinha uma espécie de tecido pele de pêssego, em preto.

reciclagem de espelho IKEA

Tem sido um longo percurso de mudanças na decoração cá de casa. Uma vez que o orçamento não chega para tudo, vamos procurando soluções mais em conta, sem prescindir da qualidade. Foi o que se passou com este espelho.

Queria muito manter um na entrada mas não queria ter de comprar um novo.  Até porque o nosso ainda estava em boas condições, apenas o tecido que o envolvia é que estava danificado. Não só tinha pó que eu já não conseguia limpar, como também tinha algumas partes com bolor.

Então lembrei-me que se tirasse a parte do tecido, ficava com uma boa base para fazer uma moldura nova. E assim foi.

Faça você mesmo* – Espelho da entrada

Comprámos tábuas aplainadas de pinho, no Leroy Merlin e em casa fizemos o corte na medida que queríamos.

Inicialmente ainda pensámos fazer corte em esquadria mas rapidamente vimos que além de ser mais difícil que o resultado ficasse bom, não gostámos muito do aspecto clássico com que o espelho ficava.

reciclagem de um espelho IKEA

Assim optámos antes por fazer cortes direitos e no final não nos arrependemos. Depois de tudo cortado e lixado, tratei-as com verniz natural (e tive um ajudante!) antes de ser coladas e aparafusadas à base do espelho antigo. E trabalho terminado. Ficámos com um espelho que adoramos, sem gastar muito dinheiro.

reciclagem de um espelho IKEA

 

reciclagem de um espelho IKEA

 

reciclagem de um espelho IKEA

 

reciclagem de um espelho IKEA

ADENDA:

Uma vez que a tonalidade da madeira mudou bastante desde que lhe coloquei este óleo natural, que decidi fazer esta adenda a explicar o que fiz para lhe retirar este tom alaranjado que tanto detesto.

Como podem ver nesta foto, a madeira estava com uma cor demasiado e perdeu completamente o seu tom natural. Para dizer a verdade, notei isso logo na primeira aplicação do óleo. O tempo fez o resto.

Então o que fiz foi lixar muito bem primeiro e antes até deveria ter limpo com acetona para tirar bem os vestígios de óleo (algo que irei fazer na cabeceira de cama em madeira, que também está neste “lindo” estado).

Depois apliquei Cuprinol, na cor jasmim e à medida que ia dando uma pincelada, ia limpando com um pano, para tirar o excesso. Assim apenas clareava a madeira sem a deixar branca.

Eis o resultado final. Acredito que se tivesse limpo com acetona, que não iria parecer tão claro e talvez tivesse mais o tom natural da madeira mas ainda assim gostei de como ficou.

 

 

 

Veja aqui mais projetos Faça Você Mesmo

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *